Palhetas

Fotos de milhares de Palhetas

A Origem

Tal como tantas histórias sobre inúmeros artefatos, a origem das palhetas, assim como a dos próprios instrumentos de corda, perdeu-se no tempo. Alguns historiadores afirmam ser o arco utilizado para disparar flechas, o primeiro instrumento de corda... e uma ponta de flecha, a primeira palheta!!!

Algum músico num passado bastante distante deve ter observado que tocar uma corda (seja lá o que fosse uma corda naquela época!) com um pedaço de madeira, osso ou pedra, produzia um som com tonalidade e volume diferenciados.

Alguns cientistas em Katanda, África, desenterraram o que parece ser um tipo de instrumento de corda, acompanhado do que parece ser uma palheta, datados de aproximadamente... 70.000 anos. Com certeza, há mais de dois mil anos atrás, palhetas já eram bem utilizadas por egípcios, chineses e pelos povos árabes, sendo introduzidas na Península Ibérica com a invasão dos Mouros, em 711 D.C.


Os Materiais

Praticamente, todos os materiais naturais foram testados na fabricação de palhetas. Dentre eles, principalmente pedras, madeiras, ossos, marfim, conchas, madrepérola, couro, chifres, metais e casco de tartaruga marinha foram largamente testados, sempre na busca de um material que resultasse numa melhor combinação entre tonalidade e flexibilidade.


No começo do século retrasado, o casco de tartaruga marinha (infelizmente ainda não havia o Green Peace!) foi muito utilizado na fabricação de palhetas, que foram largamente exportadas da Europa para a América, tornando-se o primeiro material utilizado para a fabricação destes artefatos em escala industrial. No entanto, o processo era todo manual, lento e desde aquela época, já não visto com bons olhos pelos naturalistas.

A primeira grande resposta à busca, estava num dos materiais mais maravilhosos e revolucionários já produzidos pelo ser humano: a celulóide! O primeiro plástico comercial.

Descoberto por John Wesley Hyatt em 1870, a celulóide, um material semi-sintético, fez parte do cotidiano do mundo inteiro sob a forma de diversos objetos. Palhetas de celulóide foram produzidas em larga escala comercial, pois podiam ser fabricadas em diversos padrões de cores, espessuras e formas diferentes e comercializadas a baixíssimo custo... porém, esta ainda não seria a solução final!

Muitos outros materiais sintéticos e bem mais baratos começaram a ser descobertos e testados como palhetas, substituindo aos poucos a celulóide: polímeros, baquelita, acetato, acrílico, nylon, fibras plásticas de carbono, plásticos cerâmicos, delrin e, mais hoje em dia, plásticos compostos e laminados assim como material celulósico termoplástico.

Se a busca chegou a uma solução final... como podemos saber? As palhetas produzidas hoje são de altíssima qualidade e de vários tipos de plásticos especiais. Quem sabe a indústria ainda não revelará um material que fará com que as palhetas de hoje, soem como as primitivas de ontem.

Visitar o Site Museu das Palhetas (fonte para esse artigo)

___________________________________________________________________

http://99e0445.leadlovers.com/como-solar-com-modos-gregos-1

Quer melhorar seus solos?

Se você quer melhorar seus solos e aprender a solar com Modos Gregos, nós recomendamos que você conheça o Como Solar Com Modos Gregos. Este é o único método que ensina como criar solos interessantes com Modos Gregos, sem ter que decorar um monte de escalas.

Caso ainda não conheça, visite e assista aos vídeos gratuitos da série Como Solar Modos Gregos no link abaixo:

Clique AQUI para conhecer o Como Solar Com Modos Gregos

Bons estudos!

GuitarCoast

3 comentários:

Ricardo coast disse...

Boa matéria!

Ricardo coast disse...

Boa matéria!
Mas o que é celulóide, ao final das contas?

Emiliano Gomide disse...

Valeu, Ricardo! O celulóide é um tipo de plástico, muito utilizado em películas para filmes e bolas de tênis de mesa. Ele é bom para palhetas por ser resistente e ao mesmo tempo flexível.