Tipos de Captadores: Single Coil vs Humbucker

Por Ramon Domingos


Neste artigo, você vai descobrir:

1 - As diferenças entre captadores Single Coil e Humbucker
2 - O que são captadores Minibucker
3 - As diferenças entre captadores ativos e passivos

Diferentes captadores... Diferentes timbres!

Os captadores são uma das principais partes de sua guitarra. Então, logicamente, eles atuam sobre seu timbre! Humbuckers, Single Coils, passivos ou ativos, influenciam diretamente o som que sai da sua guitarra e na maneira de “administrar” seu playing!

Não existe melhor nem pior... Todos realmente são legais e você tem que escolher um equipamento que funcione de acordo com seu gosto! 

Para caracterizar os captadores, vamos dividi-los em tópicos, e entender como eles funcionam! Vamos falar primeiramente dos Single Coils, Humbuckers e Minibuckers, diferenças, vantagens e desvantagens. E depois vamos falar de captadores ativos e passivos.

Captadores Single Coil

Os captadores Single Coil são os clássicos usados nas Stratocasters e Telecasters! Trazem um som mais limpo, polido e cristalino. No canal limpo, ele consegue trazer um timbre muito bonito, bem estalado, refinado e puro.



Uma vantagem é que eles conseguem te levar a timbres bem diferenciados através da troca dos captadores na chave do switch! Nos canais de drive, ele trás um som legal e consegue ser bem nervoso!


Particularmente, não uso esse tipo de captador, pois o som que toco exige timbres mais distorcidos e pesados. O Single é ótimo para canal clean, mas com muito drive é normal que ele gere certos ruídos.

Captadores Humbucker

Um captador Humbucker é praticamente a soma de dois Single Coils, o que teoricamente o torna melhor. O problema do Single é que, como ele possui apenas uma bobina, ele não consegue “filtrar” todo o sinal. Isto é, uma parte dele se dissipa em forma de ruído.


Por outro lado, no Humbucker, você tem mais saída de timbre. Ou seja, por ele ter uma captação mais forte, temos um som mais poderoso, e certos movimentos se tornam mais sensíveis!

O timbre é mais gordo, mais saturado e pode ser mais sujo. Nos canais clean, você consegue ter um som limpo bem recheado e encorpado. Dependendo do amplificador que você usa, rola até uma certa e discreta saturação, o que soa muito bem.

Nos canais com drive, a malvadeza rola solta! Esses captadores trazem um timbre bem forte, recheados de harmônicos, saturações e timbres variados de acordo com o movimento da chave de switch! Todas minhas guitarras possuem esse tipo de captador! Para o meu tipo de som é algo mais indicado.
.
Também em canais com alto ganho, captadores Humbuckers conseguem eliminar certos ruídos, por possuírem bobinas duplas que filtram melhor o sinal de guitarra.

Captadores Minibucker

Captadores Minibucker, ou “Mini-Humbucker”, são uma versão menor dos Humbuckers, como o nome já diz.
Os Minibuckers são uma opção para quem quer colocar Humbuckers numa guitarra que tenha captadores Single Coil! Por exemplo, se você tem uma Fender Telecaster e quer dar uma “tunada” nela sem mexer na estrutura da guitarra, você pode colocar um Minibucker.

Engana-se quem acredita que Humbucker e Minibucker são a mesma coisa... O tamanho da área de atuação do Humbucker é maior, então os timbres gerados através deles são diferentes sim! Cada um tem um som característico! O Minibucker também possui duas bobinas (uma sobre a outra) e tem uma sonoridade semelhante ao do Humbucker, mas com suas características próprias!

Captadores Ativos e Passivos

Ativos e passivos! O que diferencia? Bom... os ativos tem uma alimentação de energia própria! Guitarras com captadores ativos usam uma bateria a parte. Em termos de som, o ativo tem uma saída brutal, e ainda consegue ótimos resultados em sons limpos! Zakk Wylde é um dos grandes representantes dos captadores ativos. Escute qualquer música dele e você preceberá a diferença!

Os captadores passivos são utilizados pela maioria dos guitarristas. Eles não possuem uma alimentação de energia própria, tem um som mais orgânico e com uma saída mais discreta.

Isso também é algo que depende do gosto do guitarrista! Particularmente, não curto os ativos (aclamados EMGs), o som não é muito a minha onda... é uma saída volumosa e um timbre muito agressivo. Mas soa muito bem para thrash metal e afins! Como meu repertório é outro, prezo pelos passivos. Sinto mais o som da guitarra neles!
Os captadores passivos costumam oferecer um timbre mais estático! Gosto de coisas mais naturais, onde a característica do guitarrista aparece mais! Há passivos e ativos na versão Humbuckers e Single Coils... a EMG tem uma linha de ativos para stratos e teles.... o som é power!

Autor: Ramon Domingos

O que você acha sobre diferentes Captadores? Deixe um comentário aqui pra gente!

Do mesmo autor:

Conheça mais sobre Ramon Domingos:

Entrevista com Ramon
Guitar Tech (blog do Ramon)
Guitar Tech no Facebook
Canal do Ramon no YouTube

___________________________________________________________________




Quer aprender Modos Gregos? 

Os Modos Gregos são uma forma de solar na guitarra e no violão que permite você criar as mais diversas sonoridades, gerando sensações e emoções inexplicáveis na sua música.

Aprenda todos os segredos no Workshop de Modos Gregos. Na 1ª parte deste Workshop 100% Online e 100% Gratuito vamos ensinar os Modos Gregos desde o início, explicando o que é e como funciona esta abordagem. Na 2ª parte vamos mostrar como aplicar os Modos Gregos nos seus solos, improvisos e composições.


Bons estudos!

GuitarCoast

6 comentários:

Anônimo disse...

muito bom

Anônimo disse...

MUITO BOM ARTGO, SEMPRE TIVE DUVIDAS SOBRE TIPO DE CAPTADORES,AGORA TÔ MAIS ANTENADO. VALEU!!!

Geovanni Rissi disse...

Legal

Geovanni Rissi disse...

Legal

Emiliano Gomide disse...

Valeu!

Ramon Domingos disse...

mto obrigado pessoal!

ramon