8 Acessórios de Guitarra Indispensáveis

Por Ramon Domingos


Fala Moçada do Coast!!! Seguimos com nossos papos! Queria agradecer aos comentários. O pessoal tem acessado e gostado bastante... Sempre teremos novidades e temas legais para discutir!

Hoje vamos falar de acessórios! Pequenos detalhes que na soma geral fazem toda a sua diferença na qualidade do seu timbre! Eles ajudam dando uma boa estabilidade e conforto na sua forma de tocar!

Vamos falar sobre os seguintes acessórios de guitarra:

           1 - Cabos
2 - Palhetas
3 - Correias e Strap Locks
4 - Fontes
5 - String Cleaners
6 - Pedal board
7 - Capotraste
8 - Slide

1 - Cabos

Vamos começar pelos cabos, que talvez sejam os agentes mais importantes dessa lista!
O cabo conduz seu sinal... logo ele é importantíssimo. Às vezes a galera gasta horrores em amplificadores e guitarras, mas esquecem desse importante detalhe... Os cabos... Primeiramente, é importante que sejam da melhor qualidade possível, se você usa muitos pedais é legal fazer a troca de cabos periodicamente, de 6 em 6 meses, anualmente... vai da sua necessidade e qualidade de seus materiais!

Para gravações evite cabos muito longos, também evite usar muitos efeitos. Às vezes (na maioria dos casos na verdade!) efeitos podem vir depois sendo adicionados via plug-ins! Usar cabos longos ou muitos pedais pode prejudicar sua saída de sinal.

Para apresentações ao vivo é algo que dificulta muito. Dependendo do estilo do show que você faz, às vezes precisa ou não de uma grande gama de efeitos, e você precisa usar cabos maiores dependendo do mapa de palco.

2 - Palhetas

Palhetas!!!! Também fazem a diferença no seu som e na sua tocabilidade. Experimente tocar com uma palheta pequena que seja mais resistente (Jazz III) por exemplo e depois com uma palheta maior e mais fina... Trás uma boa diferença! Se você curte um lance mais virtuose palhetas pequenas podem ser mais benéficas, pois elas não movimentam tanto na sua mão isso garante movimentos mais rápidos e precisos. Para dedilhados é mais interessante também.

Para sons mais pop, com bastante uso de acordes e swing musical, as palhetas maiores podem trazer um timbre mais interessante, além da palheta te permitir uma rítmica mais “dançante” digamos assim.

3 - Correias

Resolvi colocar as correias nesse assunto, pois já tive problemas com diversas! Aproveito para mencionar a importância do uso dos Strap Lockers (pequenas travas que não deixam sua correia escapar). Felizmente, nenhuma de minhas guitarras se encontrou com o chão nessa vida, porque fui esperto... Mas quando não tinha os lockers, elas escapavam com frequência! Strap lockers é fácil de achar. Há Fender, Dunlop... E tem vários modelos legais!


É importante que você escolha uma correia eficiente... Temos vááárias correias de vários materiais, umas até mais decoradas! Algumas correias se movimentam demais quando estamos tocando, outras dependendo do material prendem a guitarra no seu corpo e prejudicam certos movimentos. Escolha uma correia que se movimente a favor da sua intenção musical, e que esse movimento não te prejudique. Escolha uma correia confortável para você, que não te machuque e não te cause dores. E que seja fácil de regular sua altura... Algumas são muito complicadas e chatas nesse ponto!
 
Algumas correias contém o Clip Locker. A Dimarzio faz a clássica correia do Steve Vai com esse recurso. Eu acho muito legal, tenho algumas. Mas também há pontos positivos e negativos nisso, o Clip Locker é aquela trava estilo “mochila escolar”, comparação meio idiota, mas enfim... onde uma parte da correia você, literalmente, parafusa na sua guitarra e a outra parte você prende através do clip... É muito eficiente, porém uma coisa que eu acho chato quando vou tocar sentado sem correia é o clip do cutway superior da guitarra fica esbarrando em meus dedos, me causando desconfortos.

Há algumas correias que já vem com os lockers... A Planet Waves faz um modelo bem legal. Inclusive, o Satriani e o Kiko Loureiro usam. Acho muito eficiente. Uso essa correia há anos já, sempre muito eficiente e com uma instalação bem rápida e prática. Não curto muito instalar os Strap Lockers na guitarra. Para mim, as correias com lockers são mais funcionais!

4 - Fontes para pedais

Importantíssimo também e entra mais no quesito transmissão de sinais. Algumas fontes geram muito ruídos. É importante escolher fontes de boa qualidade e de preferência que liguem mais de um pedal por vez, isso fará do seu set algo mais limpo, menos confuso e prático. Na parte de marcas, aconselho a Voodoo Lab e a Ispot. Elas são muito boas, fáceis de mexer e garantem um bom timbre sem ruídos desnecessários.

5 - String Cleaners

String Cleaners são ótimos. Eles mantém suas cordas limpas! As cordas são feitas de materiais oxidáveis, logo a ação dos seus dedos e o suor as oxidam. Esses produtos são extremamente econômicos e prolongam a vida do encordoamento, além de deixar sua guitarra mais limpa.
6 - Pedal Board

Um Pedal Board transforma a vida do guitarrista, facilita e agiliza as coisas. Nessa vida sempre tão corrida, tudo o que me agiliza é importante! As coisas tem que ser praticas... É um saco ficar ligando um monte de pedais quinze minutos antes da passagem de som! Ficar ligando cabos e cabos, fontes, lembrando da ordens dos pedais!!!  

O Pedal Board é uma espécie de mala onde você prende os pedais nela. Dessa forma, você chaga no palco, abre o board e está tudo lá lindamente pronto esperando por um “pisão”! Além disso, mantendo os pedais neste case você os conserva melhor.

Temos vários tipos de boards e tamanhos, tudo para atender as nossas mais variadas necessidades! Os mais comuns são os boards de madeira onde prendemos os pedais com velcros. Há outros feitos de alumínio, outros onde prendemos os pedais com os ditos “engasga-gatos” e por aí vai! Muita atenção no uso dos velcros, muitos costumam soltar na primeira semana de uso. Procure um velcro bom, tanto para o board como para os pedais.

7 - Capotraste

Capotraste é uma coisa que não tem como substituir... Você até pode tocar uma música que use o capotraste fazendo outros acordes, mas o som fica totalmente diferente. Sem falar que os acordes ficam muito mais difíceis de tocar! Um bom capotraste resolve. Geralmente, os feitos de metal, com emborrachamento para não estragar seu instrumento, são os melhores.
.
8 - Slide

Slides para um bom blues e country é sempre importante. Entre os mais populares estão os slides de metal e de vidro. Cada um possui uma sonoridade e sensação diferente!


Leia o artigo completo sobre Como Tocar Guitarra Com Slide

É isso aí, pessoal... Espero que tenham gostado!!!

Autor: Ramon Domingos

Gostou do artigo? Então deixe seu comentário aqui pra gente!

Do mesmo autor:

Conheça mais sobre Ramon Domingos:

Entrevista com Ramon
Guitar Tech (blog do Ramon)
Guitar Tech no Facebook
Canal do Ramon no YouTube
___________________________________________________________________




Quer aprender Modos Gregos? 

Os Modos Gregos são uma forma de solar na guitarra e no violão que permite você criar as mais diversas sonoridades, gerando sensações e emoções inexplicáveis na sua música.

Aprenda todos os segredos no Workshop de Modos Gregos. Na 1ª parte deste Workshop 100% Online e 100% Gratuito vamos ensinar os Modos Gregos desde o início, explicando o que é e como funciona esta abordagem. Na 2ª parte vamos mostrar como aplicar os Modos Gregos nos seus solos, improvisos e composições.


Bons estudos!

GuitarCoast

4 comentários:

Roberto Valença disse...

Gostei muito galera!

Ramon Domingos disse...

valeu roberto!!!! mto obrigado!!!

Anônimo disse...

Gostei muito.

Emiliano Gomide disse...

Top, Ramon!