A Espessura Ideal das Cordas da Guitarra

Por Ramon Domingos



Cordas!!! Está aqui um fator muito importante e cheio de mitos... Mas também muitas verdades!

Cordas Mais Grossas Mantêm Mais a Afinação

Isto é verdade.

Engana-se quem pensa que afinar uma guitarra (principalmente em gravações) é só passar pelo afinador e pronto! Muito cuidado com essa armadilha. Às vezes, sua própria maneira de tocar e a pressão de sua pegada podem desafinar as notas!

Por isso, muitos guitarristas preferem tocar com cordas pesadas, pois elas são mais estáveis e, consequentemente desafinam menos quando você toca. Isso ocorre porque, quanto mais grossa a corda, mais tensão é necessária para tocar uma nota. Então, a corda fica menos sensível aos movimentos que você impõe a ela, seja com a palheta ou com o dedilhado.

Além disso, cordas mais grossas são mais duras e menos flexíveis. Isso faz com que elas estiquem menos e se deformem menos, o que ajuda manter seu formato e afinação original.

Temos também outro pequeno detalhe.  Cordas mais grossas vibram com uma amplitude menor, ou seja, vibram mais perto da nota em questão. Então, podemos dizer que elas têm uma sonoridade um pouco mais precisa.

Cordas grossas dão mais peso ao som

Isto é um mito. Cordas pesadas não necessariamente dão peso ao timbre. O “peso” que escutamos é influenciado por uma série de fatores, como: a distorção utilizada, o amplificador, os captadores, a forma como você toca (por exemplo, com técnicas de abafar as cordas), a afinação (por exemplo, afinar a 6ª corda em Ré proporciona sons mais graves e geram a sensação de peso), e efeitos, que podem dar a sensação de preencher mais o espaço.
.
Cordas com calibres mais leves (0.8 e 0.9) também dão timbre e peso. Por exemplo, Malmsteen costuma usar encordoamentos 0.8 em Eb... e tira timbres bem pesados!

Note também que, quando falamos em “peso”, isto pode significar coisas diferentes para cada guitarrista. Inclusive, como a corda mais leve oscila mais quando vibra, isso pode transmitir uma sensação de peso!

Algumas pessoas argumentam que cordas mais grossas são melhores para sons mais graves, mas o quão grave a corda soa pode ser muito mais afetado pelos ajustes que você faz nos botões de médio, grave e agudo, tanto na guitarra quanto no amplificador.

Cordas grossas são melhores para pegadas mais fortes

Isso é verdade.

Se você possui uma pegada mais forte, tocar com cordas finas pode ser um problema. Encordoamentos mais leves dificultam a estabilidade para quem toca com muita força. Mas caso você possua um toque mais leve, recomendamos cordas também leves, pois elas necessitam de menos força e cansam menos suas mãos, reduzindo a chance de erros.

A grossura da corda afeta sua técnica tanto para a mão esquerda quanto direita. Certamente, é mais fácil fazer vibratos e bends em cordas mais finas. Isso possibilita mais sensibilidade nos solos e, talvez, mais feeling.

Por outro lado, isso pode ser uma desvantagem para quem tem tendência a fazer bends involuntários. Nesse caso, cordas grossas são vantajosas, pois te forçam a fazer apenas o bend que você realmente quer.

Mas repare que, quanto mais grossas as cordas, mais altas elas precisam ficar, pois se não, elas vão trastejar (esbarrar nos trastes). Muita gente prefere deixar as cordas mais baixas, pois fica mais fácil de tocar. Mas se você tem uma pegada forte, é até melhor deixar as cordas mais altas, mesmo que sejam finas, pois se não elas vão trastejar, gerando ruídos.
.
Outra coisa importante é que se você pressiona uma a nota com muita força no braço da guitarra, você pode acabar fazendo “mini-bends” nela sem nem perceber, afundando a corda entre os trastes. Isso faz com que a nota desafine, e é um erro. Você precisa saber tocar com a força certa na mão esquerda. Então, se você é daqueles guitarristas mais brutais, a corda mais grossa vai evitar que a sua força deforme a corda ao pressioná-la contra o traste.

Não tem jeito, cada guitarrista aperta as cordas com uma força diferente. Não necessariamente os guitarristas mais fortes são os que apertam com mais força. É apenas uma questão de hábito.

Cordas Mais Grossas são melhores Para Gravações

Isso também é verdade! Mas não em termos de peso...

Para gravações, esta é uma parte que muita gente tem dúvidas e muitos acabam fazendo besteiras!!


Corda pesada para gravações não dão peso no timbre, como falamos acima. O que elas fazem é trazer mais estabilidades nas afinações! E isso é muito importante em gravações! Principalmente para gravar as bases, onde, geralmente dobramos as linhas, e temos notas combinadas soando em harmonia. Logo essas devem estar 100% afinadas e na parte rítmica o som deve estar soando precisamente perfeito!

Para gravar bases de acordes é bom usar encordoamentos mais pesados, como encordoamentos 0.11, que te garantem os fatores explicados acima!

Autor: Ramon Domingos

Gostou do artigo? Deixe seu comentário aqui pra gente!

Do mesmo autor:

Conheça mais sobre Ramon Domingos:

Entrevista com Ramon
Guitar Tech (blog do Ramon)
Guitar Tech no Facebook
Canal do Ramon no YouTube

___________________________________________________________________




Quer aprender Modos Gregos? 

Os Modos Gregos são uma forma de solar na guitarra e no violão que permite você criar as mais diversas sonoridades, gerando sensações e emoções inexplicáveis na sua música.

Aprenda todos os segredos no Workshop de Modos Gregos. Na 1ª parte deste Workshop 100% Online e 100% Gratuito vamos ensinar os Modos Gregos desde o início, explicando o que é e como funciona esta abordagem. Na 2ª parte vamos mostrar como aplicar os Modos Gregos nos seus solos, improvisos e composições.


Bons estudos!

GuitarCoast

2 comentários:

Marco Arruda disse...

eita, não sabia disso tudo não. bom demais!

Queirozene disse...

Muito bacana, obrigado!!!